Serenidade










Diz Joanna de Ângelis:

“Diante de quem te enganou, traindo a tua confiança, o teu ideal ou envolvendo-te em malquerença, mantém-te sereno.

O enganador é quem deve estar inquieto, e não a sua vítima. [...]

No teu círculo familiar ou social sempre defrontarás com pessoas perturbadas, confusas e agressivas. Não te desgastes com elas, competindo nas faixas de desequilíbrio em que se fixam.

Constituem teste à tua paciência e serenidade.

Assim, exercita-te com essas situações para, mais seguro, enfrentares os grandes testemunhos e provações do processo evolutivo. Sempre, porém, com serenidade”.


Bom início de semana.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.