Lisboa, esse encanto...







Faz tempo que eu queria falar sobre o clima urbano de Lisboa. Porque penso ser quase impossível um brasileiro voltar de lá, sem ter se rendido aos encantos da cidade e dos portugueses.

Lisboa é uma mistura da tradição e modernidade.

As ruas são limpíssimas, como muitas cidades europeias. Os pedestres são respeitados. E esse respeito está cravado tanto nas ruas de pedras, onde os desníveis naturais são sinalizados, quanto a sua travessia.





Não há mau cheiro nas ruas. A coleta seletiva do lixo é realizada por caminhões distintos movidos a gás natural. Há o caminho específico para o lixo orgânico. Mas, o importante é que a população coopera.

Em Lisboa, não vi engarrafamento. O transporte público, controlado de forma eletrônica, funciona bem e fica dividido entre os ônibus a diesel – tão nosso conhecido, metrô, auto-car (ônibus movidos a gás natural) e os charmosos e encantadores bondinhos elétricos. Todos bem limpos, assim como seus pontos.




Dentro do bondinho



Com um vasto acervo e produção de azulejos, talvez não precisasse dizer que, em Lisboa, as estações de metrô oferecem verdadeiros espetáculos aos nossos olhos com suas paredes decoradas. Ainda assim, digo sobre o transporte público de lá: como funciona bem. 

Estacionar um carro se torna barato, cerca de 1 euro. E para que possamos morrer de inveja, os passageiros idosos são respeitados, assim como os deficientes físicos.




Lisboa

O lisbonense é um capítulo à parte. Se os europeus têm a fama de serem frios, para melhor dizer, emocionalmente controlados, em contrapartida, eles são educadíssimos, gentis e estão sempre prontos para nos ajudar. Então, dão informações corretas desde os transeuntes, aos vendedores e guardas municipais. 

E por falar em guardas municipais, vivenciamos a experiência de voltar a pé, repito a pé, de um jantar e por volta da zero hora, sem sermos assaltados. Andamos cerca de uns dois quilômetros. Um sonho e uma realidade bem contrária a sua vizinha – Paris.


Voltando para casa, com segurança, depois do jantar ouvindo fado.



Cantores de fado. |Uma noite agradabilíssima.

Nossa experiência em Lisboa foi ótima, pela segunda vez. Obviamente, haverá quem aponte alguns defeitos e até não goste dos portugueses. Minha visão é de turista, apesar dos muitos dias que passei por lá desta vez. Os portugueses que tive contato foram super atenciosos.






Museu do azulejo / Lisboa


Oceanário de Lisboa. Imperdível

Amanda Carolina no Oceanário de Lisboa


E uma dica para aproveitar melhor a cidade é fazer um roteiro antecipado e não perder a oportunidade de visitar os castelos, as praias, as igrejas, os palácios e monumentos que tornam a cidade um dos principais destinos dos brasileiros.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.