É o pigarro de Arraes !







Então, eu conto o caso como o caso foi...

Fui ao médico na semana passada, num desses especialistas que passam uma hora ou mais com o paciente - coisa rara nos dias de hoje.

Cheguei cedo e consegui ser a terceira da vez.  As recepcionistas, a medida em que o médico ia atendendo, chamavam o próximo paciente e faziam a ficha pessoal. Elas também pediam os exames (caso tivessem) e levava-os para outra sala.  Depois de muito tempo, elas devolviam ao paciente.

Chegou a minha vez de ser atendida. Depois do protocolo, recebi a devolução dos exames.

Eu sabia que o médico era experiente e bastante credenciado, haja vista já ter tratado minha mãe.

Inicialmente, ele fez algumas perguntas e foi verificando os exames um a um. Lia-os e depois fazia suas anotações no computador. Fiquei em silêncio para não atrapalhar. 

À certa altura, ele interrompeu o silêncio:

- Como é a sua primeira vez aqui, gosto de passar o resultado dos exames para o computador para que eu tenha um histórico, disse o médico.

- Eu estava pensando se não seria mais fácil uma das recepcionistas ter "scaneado" os exames (feito uma cópia), respondi.

- E elas fazem, disse o médico. E colocam num arquivo à parte. Mas, prefiro escrever, porque eu vou memorizando e enquanto isso,  vou construindo um diagnóstico e traçando na minha cabeça um caminho a seguir.

- Ok, respondi.

E pensei comigo mesma: “É o pigarro de Arraes”.

No meio jornalístico, conta-se que o mito Miguel Arraes, ex-governador de Pernambuco por três vezes, parava uma entrevista para pigarrear muito, mas era o momento em que ele pensava a resposta.



Na verdade sabemos que, por maiores especialistas que sejamos, em determinados assuntos haverá situações que poderão nos surpreender ou nos levarão a busca de novos ou outros conhecimentos.  Sem sombra de dúvida, as experiências que somamos facilitarão a construção de novos caminhos.  

Portanto, quando dizemos não saber um assunto específico, que precisamos pensar e pesquisar para dar a resposta em outra ocasião, não estamos nos diminuindo como profissional, mas trilhando um caminho para continuarmos tendo o seu exercício, em qualquer área, sendo respeitado. 

Bom início de semana.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.