Torta mineira








Li a receita numa embalagem de Biscoitos Marilan. Resolvi fazer, mas com adaptações e para isso usei uma forma grande, de fundo removível.




Triturei, no multiprocessador, 400 gramas de Biscoitos Marilan (não é matéria paga). Em seguida, misturei com margarina derretida na quantidade suficiente para ensopar a farofa.


Com a farofa de biscoitos, forrei uma forma com 27 cm de diâmetro. Reservei.





Bati no liquidificador:

300 gramas de queijo coalho (bem regional)
2 ovos
½ xícara (chá) de açúcar
1 caixa de creme de leite (200 ml)
½ xícara de leite
1 colher (sobremesa) bem cheia de maisena
Raspas da casca de uma laranja (a receita original recomenda limão).






Despejei o recheio, feito com queijo, na forma. Levei ao forno até ele ficar consistente, ou seja, durinho.








Numa panela, coloquei 1 pote com 400 ml de goiabada em calda, mais 300 gramas de goiabada cascão e ½ xícara de água ( a receita original recomenda apenas 200 gramas). Derreti.




E despejei por cima da torta.  Pelo tamanho da forma, eu poderia colocar mais goiabada, mas optei por deixar as bordas de biscoitos aparecendo. Coloquei na freezer e retirei 1 hora depois.



“Se o povo gostaram? O povo amaram”





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.