Agente de transformação






Conta um dos autores do livro Nosso andar diário (edição 2011), que com quatro anos de seminário, ele embarcou no seu primeiro ministério com muitas tarefas a cumprir. Como novo pastor, ele acreditou que iria transformar o seu local de trabalho. Mas, logo aprendeu que Deus tinha usado aquele local para lhe transformar.

Os membros da diretoria lhe apoiavam, mas os detalhes administrativos eram muitos. E ele precisou aprender a trabalhar com liderança leiga da igreja,  ser cuidadoso com o seu trabalho e a sonhar com os outros.

Segundo ele, muitas vezes, ele acreditou que Deus estava lhe dando a tarefa de mudar o mundo ao seu nosso redor, quando na verdade, Ele estava interessado em lhe transformar para que pudesse enfrentar qualquer tipo de batalha. E afirma: “Várias vezes, Deus usa as pessoas mais improváveis, nos lugares mais improváveis, para nos ensinar as lições mais difíceis da vida. E, exatamente, quando achamos que chegamos onde deveríamos, Ele nos instrui a seguir em frente.”

Portanto, o autor afirma que se quisermos ser um agente de transformação, não devemos resistir ao verdadeiro “agente de transformação”.

Lição preciosa!


Bom início de semana.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.