Recife tem encantos mil...








“Sou o coração do folclore nordestino
Eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá
Sou um boneco do Mestre Vitalino
Dançando uma ciranda em Itamaracá
Eu sou um verso de Carlos Pena Filho
Num frevo de Capiba
Ao som da orquestra armorial
Sou Capibaribe
Num livro de João Cabral”
[...]
(Leão do Norte, de Lenine)






Não só o Estado de Pernambuco está eternizado nas letras dos poetas e compositores nordestinos, mas sua capital também - a cidade do Recife. Com tantas belezas naturais que incluem praias, rios e parques, não foi à toa que o rei do brega, Reginaldo Rossi, se encantou:

“Hei! Vem cá que eu quero te mostrar
Hei! A minha cidade, o meu lugar
Hei! Recife tem um coração
Hei! Tem muito calor, muita emoção.”
[...]
(Recife, minha cidade, de Reginaldo Rossi)









Porque a cidade, realmente, tem encantos mil que deixam nos turistas a vontade de voltar para este paraíso tropical. São 8 quilômetros de extensão de praia que vão do Pina à Boa Viagem, realçadas por coqueiros, areia limpa, água mansa, arrecifes de coral e um calçadão digno de qualquer atleta que deseje ficar em boa forma física. Aliás, esse calçadão está sendo revitalizado para oferecer ainda mais opção de lazer, ou seja, haverá mais quadras esportivas, pistas de Cooper e skate, academia de ginástica (inclusive para os idosos) e acesso gratuito à internet por meio de wi-fi. Os parques infantis também estão sendo reformados.

Se a mídia fala dos ataques dos tubarões ocorridos nos últimos anos, deve informar também que as áreas de riscos (alguns trechos) são sinalizadas e monitoradas pelo Corpo de Bombeiros, e os acidentes, em grande parte, aconteceram pelo desrespeito dos banhistas aos avisos de perigo.  Afora essas áreas, o turista que desejar voltar à sua cidade com um bronzeamento natural da pele, não deixará de tomar longos banhos de mar. E ao por do sol, ele vai fazer um zigue-zague pelas barraquinhas de artesanato, na tradicional Feirinha da Pracinha de Boa Viagem.







Recife é, de fato, uma cidade lendária, como disse o compositor pernambucano Capiba. Dos seus sobrados e casarios, o turista vai levar a lembrança de ter percorrido ruas e avenidas que contam a história de seus poetas, compositores, pintores e artistas plásticos. No bairro do Recife, urbanizado para o pedestre, há áreas de lazer compostas de bares, restaurantes, ciclovias, centros culturais de empresas como os Correios, Caixa Econômica e Banco do Brasil que apresentam exposições itinerantes e permanentes, de grande diversidade cultural.  

Aliás, pluralismo cultural é o que não falta na cidade. Do Centro de Artesanato de Pernambuco, onde reúne a produção dos maiores artesões do Estado, ao Paço do Frevo, que conta a história deste ritmo secular que pulsa no coração de todo bom pernambucano e faz parte do Patrimônio Imaterial da Humanidade, o turista ainda vai saborear as tapiocas recheadas com dezenas de sabores, a macaxeira com carne de sol e seca, o queijo coalho assado na brasa, a caipirinha ou os sucos de acerola, manga e outras frutas da região.

No marco zero da cidade, e olhando para frente, o turista vai apreciar o Parque das Esculturas de Francisco Brennand, considerado uma amostra da arte deste renomado artista, e ainda vai se surpreender quando olhar para seus pés e perceber que estará pisando na Rosa dos Ventos, uma reprodução da pintura do pernambucano Cícero Dias. Ainda nesta posição, e olhando para o lado oeste, ele poderá observar cinco ruas do entorno que fará uma alusão aos cinco dedos de suas mãos.

“Recife teu céu tão bonito
Tem noites de lua pra gente cantar
Recife de cantadores
Vivendo da glória, em pleno terreiro
Recife dos maracatus”

(Recife, cidade lendária, de Capiba)








São museus, praças, teatros, monumentos históricos tombados e casarios que mesclam a cidade de grandes shoppings, teatros, cinemas, respeitado polo médico e gastronômico, palco de festivais de música e também do Cine PE - festival de cinema anual que reúne películas nacionais e internacionais. Porque ...


“A cidade não pára
A cidade só cresce
 [...]

A cidade, de Chico Science)





Uma paradinha para água de coco... Vem!




Um comentário:

Obrigada pela visita.