Um metro de samambaia








Postei uma foto, no Dia das Mães, onde minha mãe e eu estávamos abraçando uma samambaia, e muitas pessoas falam que é gostoso ter planta em casa. Realmente, é verdade. Planta é como gente, se não for cultivada, perde o brilho e a vida. Planta também sente. Então, se nossa onda mental anda mal, desequilibrada, o nosso jardim fica feinho, fazendo murchar algumas folhinhas. Planta também favorece ao relax. Preste atenção ao cuidar e interaja com o vegetal que, ao menos e por alguns momentos, você vai notar que se esqueceu do tempo. Em conexão com uma planta, recebemos a energia horizontal que levará o nosso corpo ao equilíbrio.

Mamãe comprou essa samambaia há muitos anos. Mas, todos os dias ela tem a tarefa de regá-la, como muitas outras que tem no terraço. A samambaia cresceu tanto, que hoje já ocupa um bom espaço entre nós.



A foto que postei no facebook

Se você estiver pensando em cultivar algum tipo de samambaia-de-metro ou polypodium (nome científico), é preciso ter algumas informações básicas:

1 Elas preferem receber a luz do sol, indiretamente. Mas, se estiverem em janelas ou varandas, apenas o sol pela manhã ou no final da tarde. Ou seja, quando o sol estiver nascendo ou se pondo.

2 Todos os dias é preciso regá-las. Se onde você mora tem inverno forte,não coloque muita água. Mas, no calor, borrife também as folhinhas. Aliás, adoro borrifar as folhinhas das plantas porque dá impressão que elas acabaram de tomar banho. Delícia!

3 Corte as folhinhas secas, regularmente. Sempre observe se alguma lagarta invasora está se alojando nas folhinhas.

4 Caso a samambaia esteja em vaso suspenso, escolha um que suporte seu peso, porque ela vai crescer muito. 

Ademais, dê carinho. Converse com ela. Alimente-a com prazer.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.