Esta é a lei





Olá, gente do bem!

Tem uma historinha que diz o seguinte:

Numa escola, havia um estudante que não prestava a mínima atenção às aulas.

Conversava com os colegas de sala.

Fazia caretas e provoca risos.

Incomodava os colegas atenciosos.

Formulava perguntas inoportunas.

Jogava bolinhas de papel nos outros.

Embora várias vezes sendo repreendido pelos professores, o estudante brincava à vontade e perturbava o andamento das aulas.

Quando foi submetido à prova e, por sua ignorância foi reprovado, fez uma verdadeira cena.

Alegou que sofria perseguições.

Reclamou contras as “injustiças”.

Enumerou as supostas deficiências dos professores.

E por fim, saiu da escola acenando e fazendo ameaças.

Apesar de esta cena ser bem peculiar às escolas, ela foi contada por Hilário Silva e Valérium, no livro “Histórias da vida”, IDE, 1992, para exemplificar o que acontece na vida. Segundo os autores:

Diante da vida, muitas vezes brincamos de viver. Menosprezamos oportunidades inúmeras de aprendizado e realizações. Fugimos, propositadamente, das tarefas de aperfeiçoamento moral. E quando a vida nos convida à prestação de contas, passamos às lamentações e protestos, esquecidos de que, segundo a lei divina, cada um recebe de acordo com o que dá.

Excelente início de semana.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.