Frente e verso




Passado o carnaval, exceto em algumas cidades como Recife, Salvador e Rio de Janeiro onde o Rei Momo insiste em não finalizar o reinado, milhares de pessoas conseguiram extravasar como puderam sua alegria, muitas delas envolvidas numa liberdade legitimada de gestos e comportamentos. Foi tanto riso, oh tanta alegria, mais de mil palhaços no salão que se abraçaram, beijaram e brincaram. Mas, o ano começou... Ficaram menos de 306 dias para tocar a vida até os foliões poderem usar novamente a mesma máscara negra que esconde o rosto e, talvez... seu desvio de humor. Porque todos nós, eventualmente, mudamos a cara.



montagem sobre desenho/Tudo na nécessaire


Perguntamos para dez pessoas com idades variando entre 18 a 40 anos e com ocupações diferentes:


O que afeta o seu humor?


“Injustiça. Sou uma pessoa de bom humor, mas presenciar 
injustiça mexe demais comigo.”
Josane França – Artista plástica e ceramista.

“Acordar cedo nos finais de semana. Durante a semana toda já faço isso e não consigo matar meu sono.”
Alessandra Ferreira – estudante de Psicologia


“Falsidade e mentira. Isso eu sinto de longe e modifica 
meu estado de espírito.”
Raquel Alcântara – Guia de turismo


“Boa pergunta. Deixe-me pensar. Sou uma pessoa bem humorada. Mas, com barulho eu fico irritada, nervosa, mal humorada.”
Mariana Lisboa – estudante

“Falsidade e falta de educação, principalmente, no trânsito.”
Luis Maroka – analista de processo


“Logo hoje que estou irritada? Estou irritada porque o ônibus demorou muito, cheguei atrasada aqui. Mas, o que mais retira meu humor são pessoas mal educadas e que me tratam mal.”
Gorete dos Santos – garçonete


“Levar xingamento no trabalho. As pessoas tratam o outro mal 
e quase nunca entendem que todos erram um dia.”
Elielton Vinicius – mensageiro


“Procurar alguma coisa e não encontrar, e saber
que alguém mexeu e tirou do lugar.”
Amanda Carolina – estudante de Jornalismo


“Quando eu não estou bem de saúde, fico mal humorado. 
Porque o resto a gente empurra com a barriga.”
Aldemar Ribeiro – técnico de manutenção


“(Risos). Tudo afeta meu humor. Não sou uma pessoa bem humorada. Sou impaciente. O que me acalma? Ler. 
Leio muito, principalmente romances. Leio dois livros por semana.”
Monique Oliveira – recepcionista


Ninguém é de ferro. É impossível estarmos o tempo todo e todo o tempo de bem com a vida. Qualquer ser humano normal sofre a variação de humor. Mas, estar sempre mal humorado é sinal que algo não vai bem. É hora de fazer uma avaliação e identificar o que está mexendo com seu estado de espírito, com o ânimo. Lembre-se que o bom humor nasce da satisfação pessoal, de estar bem com você mesmo e com o que realiza todos os dias, ou com papel que desempenha. Pessoas de bom humor são alegres, produzem mais, vivem melhor e, quase sempre, estão motivadas. Elas são agregadoras e não afastam outros. Fica a dica.




Um comentário:

  1. Existem algumas coisas que podemos fazer para evitar ficar sempre de mau humor. Gostei de algumas dessas dicas faladas pelos entrevistados.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.