Chlorophytum comosum






Vestida de verde e branco, com partes longas e curtas, largas e finas.
Se era brasileirinho ou brasileirinha, ninguém sabia.

O certo é que me acostumei a ver essa plantinha ser cuidada com carinho, lá em casa, por minha mãe e meu pai. Ora, o brasileirinho, como eles costumam ainda chamá-la, estava num vaso suspenso e preso com correntes, outro momento, suas mudas estavam plantadas no jardim.

Se era brasileirinho ou brasileirinha, ninguém sabia. O certo é que essa planta ornamental, de nome esquisito, enfeita qualquer lugar onde a pessoa quiser colocá-la, porque ela é menos exigente do que algumas de suas colegas de outras espécies.

De origem africana, o clorófito tem as folhinhas estreitas que servem como berçários. São neles que nascem os filhotinhos que se transformarão em mudas. 




Essa plantinha, que tanto gosto, é resiliente, moldável  a qualquer luminosidade, desde que atendam suas necessidades como regá-las diariamente, diminuindo a quantidade no inverno, obviamente.

Como é sempre bom ter a natureza perto da gente e, se possível, dentro de casa, cultivar o clórifito ou Chlorophytum comosum é uma boa opção para janelas. Alguns supermercados já vendem o vasinho com a planta.





Um comentário:

  1. De fato genuinamente brasileira. Vou querer uma muda quando estiver em Recife. Muito linda!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.