Um seio maior e outro menor










A pergunta que muitas mulheres fazem, sendo adolescentes ou adultas: Por que tenho um seio maior do que o outro?

Li uma explicação da Dra. Denise Coimbra, ginecologista e membro da Associação de Obstetrícia e Ginecologia de São Paulo:

 A assimetria nessa região é bastante comum, estima-se que 40% das mulheres tenham essa característica.

Ela acontece quando um dos botões mamários começa a se desenvolver antes do amadurecimento hormonal, fazendo com que a alteração fique visível quando ambos começam a crescer proporcionalmente (após a menarca).

É importante ressaltar que a assimetria não é uma doença e não pode ser tratada com medicamentos. Nos casos em que há muita diferença a única alternativa é a cirurgia plástica. Quando a mulher tem assimetria e está amamentando, recomenda-se que ela use mais o seio menor – para que ele se desenvolva, caso contrário poderá aumentar essa diferença.”

Como vimos, mesmo a diferença sendo comum, qualquer “estranheza” nessa região deverá ser consultado um especialista, ou seja, um mastologista. Mas, sua ida ao mastologista para prevenir o câncer de mama deve ser anual, independente de qualquer suspeita. Você já foi este ano ou agendou?





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.