Frio em Pernambuco?



Frio em Pernambuco? Será isso possível? Claro que sim!

























Não é aquele frio de fazer pensar duas, três, quatros vezes antes de sair de casa para ir ao trabalho ou qualquer outro lugar, mas um friozinho gostoso, aconchegante, de serra e de altitude. Um friozinho onde aproveitamos para comer fondue, tomar chocolate quente, calçar botas em couro, vestir um casaquinho que compramos na última estação e que está guardado no armário há muito tempo, e usar aquele moleton folgadão para dormir.

Esse friozinho, nós encontramos em poucos lugares do interior do Estado de Pernambuco, e hoje vamos falar de Triunfo, cidade encravada na Chapada da Borborema, distante 400 quilômetros do Recife.

Se longe é um lugar que não existe, para visitar Triunfo só mesmo aproveitando um feriadão ou uns dias de férias. Foi isso que fizemos há alguns anos atrás, num feriadão, e fomos de carro. Excelente a viagem, sobretudo, porque paramos em Algodões, distrito da cidade de Sertânia, terra de meus padrinhos e lugar onde me batizei. Subimos a serra do Sertão do Pajeú e, triunfantemente, chegamos à cidade que está há mais de 1000 metros de altitude.





















Se preocupar com hospedagem, exceto em período de alta estação, não é problema para o visitante. Triunfo tem bons hotéis e pousadas, além de uma magnífica estrutura da Colônia de Férias do Sesc, que já virou também atração turística. 

Ficamos no Hotel e Pousada Baixa Verde, que recomendo. A cidade é linda e os passeios vão desde apreciar os casarios centenários à visitar os engenhos, andar pelas trilhas e frequentar os restaurantes. O visitante também não poderá deixar de andar no teleférico que, nos últimos anos, tem sido uma das maiores atrações da cidade. Nele, você atravessa a Lagoa João Barbosa Sitônio que divide a cidade, tem uma visão panorâmica do verde que a circunda e ainda aprecia o Cine Theatro Guarany, um patrimônio histórico construído no início do século passado.







Foto de Alexandre, fotógrafo de Triunfo


Alguns pontos turísticos que não podem deixar de serem visitados: a Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores, a Igreja do Rosário, o antigo Colégio Stella Maris, o Convento São Boaventura onde as freiras vendem seus licores, o Águas do Parque que oferece diversão aos moradores nos finais de semana e o Engenho São Pedro. Neste último, o turista vê a fabricação de rapadura, o aproveitamento do melaço e ainda poderá adquirir o famoso mel de engenho para comer com queijo coalho. Assistir a apresentação dos caretas, personagens mascarados que usam chicotes e fazem parte do folclore local. 



Foto de Alexandre, fotógrafo de Triunfo


Mesmo que você chegue a Triunfo de carro, sugiro que as trilhas sejam realizadas com o carro do guia. As estradas são pedregosas e não vale à pena arriscar sua segurança, principalmente, num lugar que você não conhece. Aproveite e visite o Pico do Papagaio que fica há 8 km do centro da cidade, a Pedra do Letreiro, a Cacimba de João Neco e a Casa de Farinha. 

Na cacimba, é impressionante a receptividade e o orgulho dos moradores para mostrar seu patrimônio. Como se trata de uma propriedade particular, lá vive a família que construiu a cacimba sem qualquer conhecimento da de engenharia, mas que é possível chegar à fonte através de uma escadaria que a contorna. Existem também grutas que abrigavam os nativos quando Lampião e seu bando estavam na cidade. Aliás, histórias  e lendas não vão faltar para você ouvir. E como este mesmo espírito curioso, não deixe de visitar também o Museu do Cangaço.






















À noite, quando o friozinho ficar mais intenso, é hora de sentar à mesa do Café do Brejo e se deliciar com uma ceia regional onde terá tapioca, macaxeira, queijos, bolos, biscoitos e pães caseiros, mungunzá e tudo mais que deixará sua consciência e  barriga bem pesadas. A anfitriã do Brejo é uma ex-fazendeira que preparava as marmitas para os trabalhadores, e resolveu transformar sua habilidade em negocio. Agradável, ela irá lhe receber risonha, sendo mais uma prova de que o Sertão do Pajéu tem de bom: a hospitalidade. Aproveite!








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.