Aviso carinhoso




É muito chato estar próximo de uma pessoa com mau hálito. É constrangedor. Mas, muitas pessoas que têm e não sabem. Daí, fica a pergunta: Será que devemos avisá-las? É difícil de responder porque dependerá muito da pessoa que irá receber o aviso. Isso mesmo! Mas, podemos considerar que um aviso poderá ser o pontapé para um tratamento e cura de um problema que pode ter várias causas, entre elas:

- Um aparelho dentário mau colocado ou precisando de manutenção.

- Escovação inadequada. Após cada refeição, os alimentos deixam resíduos propícios à liberação de bactérias que podem contaminar a gengiva e língua.

 - Falta de escovação na língua, um hábito que devemos cultivar diariamente, utilizando uma escova bem macia para não feri-lá.

-  Ingestão de alimentos que causam odores como alho, cebola, brocólis ou qualquer outro que contenha enxofre.

- Acidez no estômago, ou melhor, problemas gástricos. Não devemos passar muitas horas sem nos alimentarmos porque desestabilizarmos o ph do estômago.

- Boca seca  ou falta de saliva causada pela velhice, medicação ou doenças.
 - Alterações hormonais. No período pré-menstrual, por exempo, o sangue fica mais rico em proteínas e se torna  um ótimo alimento para os microorganismos que causam mau cheiro.

- Cáries.

Seja quais forem as causas, é importante procurar a ajuda de um especialista - um médico ou dentista. Quem tem mau hálito ou halitose pode se prejudicar tanto nos relacionamentos profissionais quanto nos pessoais e afetivos. Se você conhece alguém que tenha mau hálito, tente avisá-lá conversando com jeitinho que ela entenderá. É um ato de carinho. Boa sorte!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.