De pernas pro ar





Penso que para nós, mulheres, qualquer que seja o trabalho que desempenharmos, sejam eles domésticos ou em escritórios, sempre será exigido mais esforço do nosso físico do que o sexo oposto. Porque temos um corpo delicado, sensível e nesse ponto somos frágeis. Somos pétalas, rosas e flores, apesar de algumas vezes, os homens amargarem os nossos espinhos. Afinal, não somos perfeitas, apesar de corrermos atrás disso. Mas, se é quase impossível conseguimos a perfeição no que se refere ao  campo das emoções, no físico, às vezes, nos iludimos. É o caso das varizes. Só outra mulher entende o quanto é importante evitá-las ou até mesmo tratá-las quando resolvem aparecer. Mas, tratar varizes ou secá-las faz parte de dezenas de sessões de tortura, onde a seringa é a grande vilã e o médico, um vampiro. Todas as minhas amigas que fizeram, dizem que aquela picadinha da agulha queima como pimenta. Ui! E haja dor.







Nem todas as mulheres têm a coragem de se submeter aos tratamentos dolorosos e, preferem evitar, mesmo sabendo que o problema está mais relacionado a hereditariedade do que a determinados hábitos. Os especialistas  recomendam que depois de um dia de trabalho intenso, se suas pernas incharem é considerado normal, mas se elas estão se tornando pesadas e cansadas, constantemente, é hora de ficar em alerta e procurar um angiologista. Mas, ter algumas dicas na cabeça é importante.






- Detone a gordura. Se sua mãe tiver varizes, mas um motivo de você manter o peso ideal. Pessoas com sobrepeso têm mais facilidades de adquirir varizes e a hereditariedade é fator determinante. 

- Desça do salto. Adeus aos saltos finos e meias ou calças que comprimam as pernas. Além dos saltos não favorecerem as pernas, eles também podem causar entorses e fraturas. As meias elásticas que você todos os dias promete usá-las e não tem coragem, devem ser prescritas pelo médico.

- Evite filhos, mas cuidado com os anticoncepcionais. Eles contribuem para o aparecimento das varizes porque provocam a dilatação das veias.

- Seja um pouco abelhinha. Se você trabalha sentada, a cada uma ou duas horas, dê uma circulada no ambiente. Ficar muito tempo sem flexionar as pernas favorece o aparecimento de varizes. Alongue-se. Agora só para as baixinhas: observe quando você está sentada se seus pés atingem o chão. Se não estiverem, a pressão que você fará nas coxas vai dificultar o retorno do sangue das pernas e pés. Se você trabalha em pé, de vez em quando,  dobre os joelhos e alterne as pernas para equilibrar o peso do corpo.




- E se você não tinha razões para começar a praticar exercícios físicos, agora tem: fazer hidroginástica, por exemplo, auxilia a circulação sanguínea. Caminhar e nadar também.

- Imagine-se de férias e de pernas para o alto. Isso mesmo. Elevar as pernas em relação ao corpo promove a circulação e alivia a sensação de cansaço ou queimação.

Mas, se depois de todas essas dicas você ainda olhar para o espelho e se recusar a usar aquele vestidinho que tanto planejava, é hora de levar umas picadinhas... Afinal, atire a primeira pedra quem não tiver um micro caminho avermelhado a incomodar. Isso também vale para os homens. 

 





 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.