Se você já sentiu sede, ajude.






















As imagens falam por si. A Região Nordeste está sendo mais uma vez castigada pela seca, considerada uma das maiores de sua história, um problema que poderia ser minimizado se contássemos com ajuda dos governantes para encontrar soluções definitivas. Essas imagens foram capturadas há menos de 100 quilômetros do Recife, capital de Pernambuco, e estão às margens da BR-232.

A situação do sertanejo tem sido divulgada pelos veículos de comunicação e muitas campanhas estão surgindo para arrecadar alimentos, água potável e material de higiene, principalmente, nesta época que antecede o Natal. Mas, e depois?

Mesmo sabendo que todos os donativos não resolverão o problema, vamos nos engajar nesta campanha, amigos. Todos nós sabemos que o agricultor só saí de sua terra se tiver esgotado todas as suas possibilidades de sobrevivência. E a seca é uma delas. São famílias inteiras sofrendo com a estiagem e não há perspectiva de solução. A transposição do rio São Francisco que poderá resolver (?), parcialmente, o problema tem o término das obras previsto para 2015. Portanto, vamos ajudar. Leve seus donativos, divida o pouco que você tiver. São muitos postos de arrecadação em supermercados, igrejas, estadios, sociedades civis e religiosas. Procure-os e dê a sua contribuição não apenas no Natal, mas durante todo o tempo que permanecer a seca.



Seu doutô os nordestinos
têm muita gratidão
Pelo auxílio dos sulistas
nessa seca do sertão
Mas doutô uma esmola
para um homem qui é são
Ou lhe mata de vergonha
ou vicia o cidadão
É por isso que pidimo
proteção a vosmicê
Homem por nóis escolhido
para as rédias do poder
Mas doutô dos vinte estado
temos oito sem chovê
Como vê, quase a metade do Brasil tá sem cumê
Dê auxílio ao nosso povo,
encha os rios de barragem
Dê comida a preço bom,
não se esqueça da açudage
Livre assim nóis da esmola,
que no fim dessa estiagem
Lhe pagamo inté os juru sem gastar nossa coragem
Se o doutô fizer assim salva o povo do sertão
Quando um dia a chuva vir, que riqueza pra nação!
Nunca mais nóis pensa em seca, vai dá tudo nesse chão
Como vê, nosso destino mecê tem na vossa mão
(Música "Vozes da Seca", de Zé Dantas/Luiz Gonzaga)


                                                   Bom final de semana.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.