Dia e noite



Você consegue ficar pensando na morte da bezerra? Já ouviu essa expressão popular que atravessou milênios e se refere ao sacrifício que Absalão, filho do Rei Davi, impõs ao bezerro, de propriedade de seu filho menor? O menino tinha tanto amor pelo animal que meses depois, morreu de tristeza. E o bezerro, segundo a tradição hebraíca, tinha sido oferecido a Deus para que o Rei Davi recebesse o perdão de seus pecados. Para agradar a Deus, era costume do povo sacrificar o animal. Portanto, pensar na morte da bezerra é ficar no estado pensativo, estático. Na linguagem de hoje é ficar paradão, sem fazer nada, só pensando... Você consegue entrar nesse vazio mental que pode provocar um descanso? Não é povoar a mente com pensamentos negativos e ficar alimentando-os, mas tentar fazer um relaxamento e nada pensar.




Parece difícil no mundo atual, mas algumas pessoas conseguem e a maioria não - por causa do reflexo de fatores externos, que cada indivíduo se identifica, e que provocam um estresse capaz de eliminar o sono noturno. E o sono é o resultado do que foi seu dia. Contudo, há pessoas que já descobriram, no meio do turbilhão de problemas, a fórmula para conter a ansiedade, minimizar seus efeitos e apertam o botão off. Elas começaram detectando a causa do problema e buscaram soluções, impondo-se, para isso um ritmo de treinamento, recomendado por especialistas. Algumas pessoas conseguiram até reduzir  os medicamentos que auxiliam o sono.

Primeiro, essas elas começaram se adaptando a uma nova rotina, a da desaceleração, ou seja, fazer as coisas com menos pressa, diminuindo o seu ritmo.  E se prestarmos bem atenção às nossas atividades, perceberemos que muitas delas podem ser feitas com mais tranquilidade.


Outra dica foi evitar fazer tudo de uma só vez, deixando de estabelecer prioridades. Se nossa agenda estiver cheia de compromissos, devemos abrir um espaço para uma pequena pausa. Isso implica também em não saírmos correndo de casa, segundo os especialistas, mas começarmos o dia de bem com a vida, ou seja, com calma.



Relaxar. Se acreditamos ser impossível, nos enganamos e um dos segredos para essa atitude mental acontecer é prestarmos atenção a nossa respiração que deve ser abdominal.

Outro conselho que os médicos e psicológos dão é que devemos reservar alguns minutos para o ócio, para fazer absolutamente nada. Isso mesmo, nada! Podemos procurar o silêncio ou barulho, algum lugar que nos faça bem. Algumas pessoas relaxam assistindo televisão, outras ouvindo músicas, outras olhando a paisagem. É importante identificarmos qual o efeito relaxante que os lugares e situações causam em nós. Se tomarmos essas atitudes, já vamos ajudar bastante a chegada da noite, nos entregando aos braços de Morfeu, e não ficaremos torcendo para que ela termine e os primeiros raios de sol despontem pela janela. Porque noite e dia se alternam para que possamos recompor as energias físicas, emocionais e espirituais.

Imagens da internet.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.