Tudo pode, mas nem tudo convém








Poft! Se fizesse som,  era esse que fariam algumas barrigas de quem usa calça de cintura baixa, aquelas que têm apenas 5 cm de ziper e que foram feitas para quem tem barriga, ou melhor, para quem não tem barriga. Diga-se, de passagem, que não é biotipo da maioria das brasileiras.  Deselegante  foi o que  a calça de cintura muito baixa conseguiu transformar  muitas mulheres, que ainda completou o look com uma  blusinha curta para expor a pança. Mas, a moda foi se despedindo depois de muitos anos, quando nunca deveria ter vindo, ao menos para alguns.

Barriguinha chapada. Essa sim, o uso confere beleza.

Tudo você pode, mas nem tudo lhe convém. Certamente, você já deve ter ouvido esta frase. O mesmo acontece com o que vestimos e o jeans, uma peça tão básica, não escapa porque nem tudo é adequado para todo o tipo de corpo. Garimpamos umas dicas. Os estilistas recomendam que devemos prestar atenção a nossa silhueta e escolhermos roupas que nos caiam bem. Segundo a consultora de moda Anna Paula Monteiro, você pode  escolher o jeans pela modelagem que respeite suas medidas e transformar uma calça básica, por exemplo, em uma peça para ser usada à noite. É só usar criatividade.  Vejam o que os estilistas aconselham:

Se você tem a cintura da mesma largura dos ombros e quadris, é  retona, primeiro entenda que você está um pouquinho acima do peso e deve escolher calças de corte reto, com bocas da largura que quiser, mas fuja de quem pode lhe roubar a cena – as calças de cintura muito baixa porque vão revelar (não é amiga?) que seu corpo não é uma Estrada de Santos, não tem curvas mesmo. Ai!


Mas, se sua silhueta for pêra, quer dizer, ombros estreitos, cintura fina e quadris largos, seu jeans deve ser escuro e sem lavagem, preferencialmente de corte reto. Evite calças com muitos detalhes, como bolsos grandes, bordados e até mesmo um rasgo, porque fazem volume nos quadris, exceto se você quiser chamar atenção para essa parte do corpo. Calças muito justas,  só use se você não pode viver sem elas.

Já os quadris estreitos e ombros largos, tipo triângulo pedem, realmente, calças um pouco mais confortáveis, sem apertos e detalhes variados, para substituir o que lhe falta. Os tons podem ser claros e desbotados. Corte reto e boca muito afunilada só em revista, não esqueça.


Cheinhas, gordinhas, fofinhas e de cinturinha grossa, mas com coxas finas, atenção: cores escuras, corte reto também. Entretanto, cós muito baixo, comprimento curto, pernas afuniladas demais devem ser evitados. Opte pelo equilíbrio.

Equilíbrio mesmo é para quem está com tudo no lugar. Difícil! Ombros e quadris do mesmo tamanho e cintura marcada. A mulher com esse corpo pode usar todos os modelitos até de cintura bem baixa. 

Mas, lembre-se que as dicas são apenas para ajudá-la a compor o guarda-roupa, porque estilo mesmo nasce com cada um, faz parte da personalidade. Beijo grande e bom final de semana.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.