Vinagre





Alguém já lhe disse que você é azeda como um vinagre? Então fique sabendo que pode se tratar de um elogio, desde que você conheça as propriedades desta bebida.




Do vinagre, eu tenho uma recordação não muito agradável, da minha infância. Eu sempre via minha mãe amaciando o bife com o auxílio de um batedor de carne. Como naquela época ainda se brincava de casinha, já que não existia internet nem videogame, resolvi imitá-la. Peguei folhas da goiabeira, que tínhamos no quintal, e fui amaciar como se fossem bifes, utilizando o martelo de meu pai. Dá para imaginar que numa desses “amaciamentos” meu dedo indicador direito, já que sou canhota, ficou embaixo. Lá se foi a unha... Que dor! Mas, não esqueço que minha madrinha me segurou e mamãe, "carinhosamente", colocou vinagre. Isso mesmo, vinagre. Ardeu o suficiente para ir às profundezas do inferno e voltar. Mas, paciência! Era o remédio, na hora, para poder estancar o sangue.

E hoje, pesquisando as propriedades terapêuticas do vinagre, sei que ele é um excelente anti-inflamatório e que desde a antiguidade, as pessoas costumam tomar uma dose diária de vinagre de maça para controlar o peso e poder manter seu bem estar. Não é espetacular?

Veja o que o vinagre, adicionado aos alimentos, pode fazer por você:

- Ajudar na digestão
- Acalmar os músculos cansados
- Reduzir a hipertensão
- Baixar o colesterol
- Retardar o envelhecimento da pele
- Aliviar os sintomas da artrite e outras dores
- Aliviar inflamações na garganta
- Auxilia no emagrecimento
- Reduzir o risco de doenças cardiovasculares.



Além de todos os benefícios, sabemos que uma sopa com vinagre fica mais gostosa. Uma carne acompanhada com molho vinagrete é o tempero que faltava para complementar o prato. Então use, mas não abuse caso você tenha gastrite.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.