Arrumadinho







Já disse aqui que a culinária nordestina é riquíssima e saborosa. As receitas, quando não herdadas dos ancestrais indígenas e negros, são heranças das mulheres dos senhores de engenhos que aproveitavam o cultivo da região para inovar nas cozinhas, como exemplo está o Bolo Souza Leão.
Hoje, o Tudo na nécessaire ensina o famoso arrumadinho, uma mistura de feijão verde com carne de sol ou seca (a charque), farinha de mandioca e queijo coalho, este último se você desejar.
Veja como fiz o arrumadinho. Como ingredientes, usei para preparar o feijão:
500 gramas de feijão verde, conhecido como feijão de corda
2 ossos de patinho (grandes)
200 gramas de brotos de feijão
200 gramas de brotos de alfafa
1 colher (chá) de hortelã desidratado
1 colher (chá) de salsa desidratada
1 colher (chá) de manjericão desidratado
Temperos verdes: coentro, salsa, tomate, pimentão e cebola.
Sal ao gosto.
Cozinhei tudo numa panela de pressão com água suficiente para cobrir os ingredientes. Escorri o feijão, reservei o caldo e aproveite depois para cozinhar outros legumes - veja a receita.





Em seguida, preparei 500 gramas de charque.
Primeiro dessalguei a charque, colocando numa panela com água, sal e levando ao fogo (escaldando) duas vezes. Depois passei no triturador e em seguida fritei no óleo e alho granulado. Acrescentei temperos verdes. Reservei.
Em seguida, cortei miudinho: tomate, coentro, salsão, pimentão e cebola. Temperei com vinagre e depois misturei à charque e ao feijão. Coloquei um pouco de farinha de mandioca, o suficiente para não retirar o molhadinho do feijão. Mexi bastante e estava pronto o arrumadinho. Você pode acrescentar o queijo coalho, cortado em cubos e macaxeira frita.
É muito bom. Sirva acompanhado de arroz. 

Hummmmmmmmmmmmmmmmmm delícia!
 
Aproveite o Dia dos Pais para comemorar. Fique juntinho dele e diga o quanto ama. E mesmo aquele pai que já partiu para outro plano, envie-lhe uma prece que ele receberá como um abraço afetuoso. O meu pai é um paizão.



Um comentário:

  1. Hum nham nham.... bem na hora do almoço ler esse conto de fadas... copy paste na receita para fazer depois... me aguarde.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.