Nécessaires que salvam








Feitas com palha da bananeira.

Essas são produzidas pelo Clube das Mães e Associação de Moradores do 
bairro de Arthur Lundgren II.





Nécessaires confeccionadas com sobras de material das capas de assentos de automóvel. Faz parte de um projeto social da Fiat para profissionalizar menores carentes. Excelente qualidade.

Para colocar papel higiênico.
  *

Loucura, loucura, loucura! - Como diria o apresentador Luciano Huck. 

Meninas, essas nécessaires estavam na Fenearte – Feira de Negócios e Artesanato que aconteceu em Recife, na última semana e falei aqui em outros posts. Tinha cada uma mais linda do que a outra e detalhe: super, super funcionais. Afinal, nada melhor do que ter cada coisinha em seu devido lugar, para facilitar a nossa vida.   Precisou? Encontrou e... rapidamente.  

Quem me conhece sabe que não dispenso nécessaires: para material de unhas, batons, lenço de papel, remédios, celular, pen drive, absorventes, escova de dente, mouse, controle remoto do som do carro, papel higiênico para viagem e tantas outras coisinhas... E olha que são muitas! 

Mas, na quarta-feira passada,  uma das minhas nécessaires fez a grande diferença. Fui levar meu filho para o estágio e quando desci do carro, para como motoristas trocarmos de volante, meus documentos caíram no asfalto, em um dos bairros mais movimentos do Recife. Não percebi. Contudo, quase duas horas depois, consegui reavê-los.  Sabem por quê? Meus documentos estavam dentro de uma nécessaire, estampada com florzinhas. Na hora em que ela caiu, ficou visível no asfalto. Um segurança que ia passando viu, apanhou e ligou em seguida pra mim. Entre os documentos, estava o número do meu celular, medida que sempre adoto para caso de necessidade como esta. Coloque tudo dentro de uma (ou várias) nécessaires.



Um comentário:

Obrigada pela visita.