Não pare no inverno




E a chuva chegou em Recife... Demorou, mas chegou à capital pernambucana,  uma cidade em que a temperatura predominante fica em torno de 26ºC. E haja calor!



Um aviso para os atletas amadores: Não aposentem o tênis no inverno e ao invés de correr na pista de asfalto, uma boa opção é a pista de areia. Você vai queimar 40% mais de calorias por quilômetro. Esta é a afirmação de treinador paulista Marcos Paulo Reis, da MPR assessoria Esportiva, em entrevista para a GQ, n. 1.
Segundo ele, se você corre em areia batida, parabéns. Este tipo de pista dissipa a energia causada pelo impacto do exercício melhor do que o asfalto, o concreto e até mesmo a esteira. A areia também é excelente para os atletas que sofreram lesão e estão em processo de readaptação. E ideal também para treinos de velocidade e resistência.
Você corre na praia, pertinho do mar? Saiba que a areia fofa não favorece o apoio do pé porque é irregular. Já percebeu que seu esforço é maior do que no asfalto? Isso acontece porque uma pista com desnível exige maior esforço dos músculos, aumentando o cansaço em torno de 30 a 40%. Todos os tendões e ligamentos sofrem mais exigências, apesar da corrida aumentar a sua percepção do próprio corpo e queimar mais calorias, segundo Paulo Reis.
Andar ou correr no calçadão da praia é costume de muitas pessoas. Essa é a uma pista que permite velocidade, mas não exige muito dos músculos, apesar de absorver menos o impacto, no momento da passada, do que a pista de areia. Mas, fique atento que correr no calçadão faz com que o pé carregue cerca de duas vezes o peso do corpo, aumentando o risco de lesões.
Independente da pista escolhida, parar de praticar exercícios no inverno faz perder o ritmo que você vinha mantendo, leva à desmotivação, prejudicando o retorno às atividades, posteriormente.  

E já que falamos sobre o Recife, compartilho o link que recebi por email:
http://click360graus.com.br/tour/recife/







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.