Um carneirinho, dois carneirinhos...







Um carneirinho, dois carneirinhos, três carneirinhos e o sono não vêm...

Tic tac tic tac ... As horas vão passando, o dia amanhecendo e você acordado como um zumbi.

Contar carneirinhos é muito pouco para quem tem insônia e, alguns medicamentos também vão se tornando inócuos com o tempo e precisam ser associados a outras drogas para conter o distúrbio do sono.





Mas do que se imagina, muitas pessoas sofrem ao tentar conciliar o sono e repousar o corpo.  E o reflexo vem no dia seguinte à insônia: irritabilidade, cansaço, mau humor, dor de cabeça, hipertensão, sonolência e tantos outros. Quem sofre de insônia, com certeza, já procurou diversos meios de combatê-la e meios não faltam. Há quem diga que ingerir duas colheres de mel, antes de deitar, faz você relaxar. Outros concluíram que uma boa música, um livro ou revistinha age como um bom sonífero. No Manual do sono, editado pela Ortobom e recebido por mim como doação, ensina 13 dicas que poderão ajudá-lo a dormir.




A primeira delas é fazer exercícios físicos, regulamente. Gente, não dá para fugir! Se você não gosta ou não tem tempo de fazer exercícios, sinta-se encurralado por todos os lados. Sair do sedentarismo é a receita para uma vida saudável em todos os aspectos físicos e emocionais. Ao praticar exercícios seu corpo vai liberar endorfina, hormônio que provoca bem-estar e conforto. A recomendação dos especialistas é realizar os exercícios três vezes por semana, no mínimo, e pela manhã. Os benefícios se prolongarão até à noite.

Se você costuma ingerir bebida alcoólica deve ter cuidado com a quantidade e o horário noturno. A bebida pode provocar uma falsa sensação de sonolência, mas impede que você tenha um sono profundo e relaxante. Esta é a segunda dica.





Outras bebidas que fazem mal ao sono, por serem estimulantes, é o café, o chocolate, o refrigerante e determinados tipos de chás. Os efeitos dessas bebidas ocorrem entre duas ou quatro horas depois de sua ingestão. E lembre-se que recarregar a bateria tem resultado diferente para cada pessoa. Algumas precisam de 6 e outras de 8 horas diárias de sono. O importante é que ele seja profundo, do que leve e interrompido. Para saber se você está dormindo suficiente, a terceira dica é observar seu desempenho durante o dia.






Fumar é prejudicial à saúde. Todos sabem! E a nicotina é mais estimulante do que a cafeína. Quem fuma tem mais dificuldade de pegar no sono, desperta com facilidade e as fases do sono profundo são mais curtas.




Na vida maluca que quase todos têm, cumprir o sexto conselho é meio difícil: manter horários regulares para levantar-se. Mesmo que você tenha dormido bem tarde, acorde cedo. Isso mesmo! Nada de esticar o horário nos finais de semana porque, segundo o Manual, você sofrerá  para se colocar em pé, na segunda-feira.

Cochilar à tarde é proibido para quem tem insônia. Mas, se você fica sonolento, o sétimo conselho é realizar alguma atividade física que estimule a pulsação durante dez minutinhos. Isso vai acelerar o metabolismo e você vai espertar rapidinho. Que tal dançar?





Para quem aconselha, é tudo bem fácil. Não é verdade? Mas, o Manual do sono orienta: deixe suas preocupações e planos para outro momento que não seja à noite.  Xô problemas! Isto não me pertence! E faça uma lista de coisas que poderá fazer no dia seguinte, retirando do seu inconsciente a tarefa de lembrar-se de tudo. Se você mentalizar sua agenda, definitivamente, irá incomodar até os carneirinhos.





Deitar-se após se alimentar, nem pensar. Seu sistema digestivo vai trabalhar demais e você sentirá um peso no estômago. É ruim mesmo! Além disso, existe a possibilidade de ter refluxo. Mas, caso você esteja com fome, coma algum alimento com baixa caloria.

Sono exige ritual. Leia, escute música, faça exercícios de ioga, desligue-se e ore. A oração de agradecimento pelo dia, o louvor ao Criador e o pedir bênçãos para si e para outrem fará um bem enorme à mente e ao espírito.






É uma sensação super gostosa deitar-se em lençóis macios, colocar a cabeça num travesseiro adequado, não ouvir barulhos, tampouco ter luz direta sob os olhos, nem sentir calor ou frio intenso. Seu quarto deve ser um ambiente aconchegante, acolhedor.





Evite levar trabalhos para o quarto, notebook ou algo parecido. O quarto não deve estar associado a outras atividades além do sono e sexo. Esta é a décima segunda dica.

E por último, relaxe a musculatura com banho quente,  massagens e alongamento. Durma! Ronc ronc z z z z z z!

Eu acredito que:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.