Falar ou calar-se







Às vezes o silêncio é a melhor resposta para uma acusação falsa.

Outras, temos que nos defender.

Quando falsas testemunhas acusaram Jesus diante do Sinédrio, Ele “guardou silêncio” (Marcos 14:53-61). Defender-se teria sido inútil. Acima de tudo, Ele estava cumprindo a profecia de Isaías 53:7. Anteriormente em Seu ministério, Jesus repreendeu os fariseus, desafiando-os a provar que Ele havia pecado (João 8:13-59).




http://weheartit.com/from/abracadarte.blogspot.com

Um religioso demitiu-se da sua igreja porque alguns membros fizeram falsas afirmações sobre ele. Achou que defender-se não seria um posicionamento cristão, mas algumas vezes é. Contudo, nesses casos, aqueles que causaram problemas precisavam ser confrontados e suas falsas acusações refutadas. Ele deveria insistir para que se arrependessem ou enfrentassem a disciplina da igreja.



Não refutar pode permitir que aqueles que fazem algo errado continuem em seus maus caminhos [e pensamentos], sem que sejam confrontados. Porém, se Deus nos orientar a permanecermos em silêncio, ou se quisermos simplesmente tentar recuperar o nosso orgulho ferido, então deveríamos refrear nossa língua.

Você está sendo falsamento acusado?

Se discernir que é inútil discutir, ou se o seu orgulho estiver ferido, peça a Deus por graça para calar-se. Todavia, se você se preocupa com aqueles que erraram e deseja ver a justiça feita, defenda-se!




A mensagem foi retirada do “Nosso andar diário: uma devocional para cada dia”, escrito por vários autores, pelas Publicações RBC, edição 2011. O livro foi presente da cabelereira Angela Clara para a autora deste blog.



Um bom início de semana para você.

Um comentário:

  1. Ah, se eu ficar calada vou morre do coração. É melhor soltar os "cachorros" loguinho. rsrs

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.