Fique em silêncio



Em 2011, a Festa Literária Internacional de Pernambuco, a Fliporto, teve como palestrante o médico indiano Deepak Chopra. 

Chopra é autor de diversos livros, entre eles "As sete leis espirituais do sucesso: um guia prático para a realização de seus sonhos". Nele, o autor fala que todos nós buscamos o sucesso, mas ele não deve ser entendido apenas como aquisição de bens materiais e sim, como a reunião de fatores que tornarão nossa jornada terrena mais prazerosa: saúde, energia, entusiasmo pela vida, relacionamentos compensadores, liberdade criativa, estabilidade física, emocional, bem-estar e paz de espírito.  Entretanto, mesmo que consigamos tudo isso, seremos eternos insatisfeitos se não buscarmos a divindade do nosso interior, o eu - espírito, mente e matéria. 

A primeira lei que Deepak Chopra cita para adquirirmos esse estágio espiritual, é a "potencialidade pura" ou  "lei da unidade". Esta lei baseia-se no fato que somos essencialmente espírito, fonte ilimitada de criatividade, uma potencialidade cheia de atributos tais como o conhecimento, o silêncio, o equilíbrio, a invencibilidade, a simplicidade e a felicidade. Mas, precisamos descobrir esse poder puro que somos. E uma das formas de conhecermo-nos é através da prática do silêncio.

Você consegue ficar em silêncio por muito tempo ou alguns minutos?

Chopra afirma que devemos nos entregar diariamente a momentos de silêncio, praticar a meditação, evitar julgamentos e ter contato com a natureza. Praticar silêncio significa reservar um tempo para simplesmente sermos nós mesmos. 

Experimentar o silêncio representa afastar-se da atividade da fala e outras como assistir à televisão, ouvir músicas, ler um livro seja por uma hora ou menos. Com o exercício vamos aumentando, gradativamente, o nosso silêncio ou meditação. 




E o que acontece quando ficamos em silêncio interior? 

Segundo o autor, no início, teremos dificuldade e haverá um período que ele chama de turbulência. Sentiremos necessidade de falar e isso causará ansiedade. Mas, com a persistência, vamos experimentando a quietude e paz. Essa paz nos levará ao contato com a grande energia que é Deus e nossos sonhos e desejos irão se manifestar. Aliado a esta quietude, devemos evitar o julgamento de qualquer fato ou pessoa e entrar em comunhão com a natureza.

Esta atitude positiva, em relação ao nosso espírito,  permitirá que tenhamos a certeza de que no íntimo não existe o medo nem a crítica - esses dois sentimentos que nos impede de enfrentar qualquer desafio que nos levará ao sucesso.

Bom início de semana para todos.

"O que for a profundeza do teu ser, assim será o teu desejo. 
O que for o teu desejo, assim será tuda vontade.
O que for a tua vontade, assim serão teus atos.
O que forem teus atos, assim será teu destino"


(Brihadaranyaka Upanishad IV, 4.5)



CHOPRA, Deepak. As sete leis espirituais do sucesso: um guia prático para a realização de seus sonhos. 57.ed.  Rio de Janeiro: BestSeller, 2010.

2 comentários:

  1. Buscar o silêncio interior é muito difícil com todo esse ruído ao nosso redor...
    Mas vou tentar, de novo...
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. É amiga, existem inúmeras formas de silêncio. Há aquelas prazerosas e não prazerosas. Entretanto as mais inquietantes são as que eclodem ruídos estrondosos e assustadores. Mas o silêncio emitido na sua mensagem é de paz, plenitude e bem estar. É gostoso!!!!!!
    Bjs, Sandra

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.