Você tem dificuldade de dizer “não” ao filho?

Pois fique sabendo que fazer valer a autoridade enquanto pais não é uma tarefa fácil. Exige determinação e coerência entre o discurso e sua atitude. Você não poderá dizer uma coisa e fazer outra. Ou seja, estabelecer regras de comportamento e não segui-las também. Dizer à criança que deve escovar os dentes antes de dormir e você mesmo não fazê-lo. Isso é incoerente. Educar exige disciplina também dos pais. Ceder sempre às exigências dos filhos, faz com que os pais percam o controle e autoridade.




A educadora Tania Zagury , autora do livro “Filhos: manual de instruções para os pais das gerações X e Y”, publicado pela Editora Record, passou cinco anos colhendo depoimentos de pais e familiares sobre a educação e indica algumas situações do cotidiano em que os pais têm dificuldade em demarcar o espaço das crianças e fazer valer a sua autoridade. Ela deu várias dicas sobre o assunto. Você se enquadra em alguma dessas situações:

  1. Você negocia com seu filho na hora das refeições? Faz promessas para ele comer alimentos saudáveis como frutas e verduras? Segundo a educadora, você deve mudar de tática e não ceder as manhas. Finja não dar atenção e caso seu filho se recuse a comer, retire o prato.  Certamente, quando ele estiver com fome, vai ceder e desenvolverá o gosto pelos alimentos.
  2. Seu filho dá chilique quando contrariado? Não reaja você com outro chilique. Como a criança observa o comportamento dos pais, se você se descontrolar vai oferecer confiança e poder à criança. Com voz forte e firme, mostre que ele não conseguirá o que deseja desse jeito. E não faça carinho nessa hora. É uma educação para o resto da vida. Experimente!
  3. Seu filho dorme na hora que deseja? Errado. Estabeleça um horário. Isso exigirá determinação sua. Mas, você pode contar historinhas para fazê-lo dormir no horário estabelecido.
  4. Seu filho odeia estudar? Faça que ele entenda que o estudo é uma obrigação dele e que tem valor. O melhor incentivo virá sempre do exemplo dos pais. Pesquisas demonstraram que, quanto mais a leitura é valorizada em casa, mas os filhos cultivarão esse hábito. Se a tarefa de casa é feita com displicência, peça que seja refeita para enfatizar a ideia de esforço. Mas, lembre-se que corrigi-la é uma tarefa do professor.
  5. Seu filho vive conectado à internet o tempo todo? Estabeleça um período de tempo para essa navegação na rede. As horas na frente de um computador não poderão ultrapassar as horas dedicadas a outras atividades. Também é não dá para deixar a criança sem orientações básicas sobre os sites que não devem ser consultados. O ideal é que o computador fique numa área comum da casa e não no quarto do filho.

Fonte de consulta:
Revista Veja, n.44, n. 22, edição 2219, de 1 jun.2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.