Você é estressado(a) ?

Temos a certeza que você já deve ter feito várias leituras sobre o stress, tratado pela medicina como doença invisível e presente na vida da maioria da população.
O stress se manifesta, principalmente, pela forma com que encaramos os fatos, as relações humanas e as atividades diárias. Ele não está condicionado apenas às pessoas que trabalham fora do lar, mas está presente na dona de casa, no aposentado e até na criança. Stress é pessoal. Há pessoas com poucas atividades diárias e com “pávio curto” ao menor aborrecimento, outras são opostas e controlam as emoções.
Existem pessoas também que parecem ter um botão: on e off. Ligam-se e se desligam rápidamente das situações, dormem com tranquilidade e estão prontas para o dia seguinte. Outras não. Elas levam a preocupação para o travesseiro e acordam como se fossem uma turbina. É bem verdade que tudo isso tem um agravante enorme, para todos, nos dias atuais: a violência cresce assustadoramente nas grandes cidades, tornando-nos uma sentinela familiar.
Muitos artigos que encontramos em revistas ou na internet associam o stress ao grau de exigência pessoal, perfeccionismo e na nossa necessidade de centralizar tarefas. Encontramos nos arquivos da Revista Você S/A, edição 150, dezembro de 2010, um teste que pode servir de alerta se precisamos mudar de comportamento ou se estamos no caminho certo.

Lápis à mão e boa sorte.
"Responda às perguntas abaixo e descubra o nível de seu stress de acordo com o número de vezes que você respondeu “SIM”.
1.       Você tem evitado contato com as pessoas?
2.       Há dificuldade de desligar-se do trabalho quando está fora dele?
3.       É difícil repartir as responsabilidades, pois você está cercado de incompetentes?
4.       Sente-se ansioso e inquieto na maior parte do tempo?
5.       A falha de memória está prejudicando seu desempenho nas atividades diárias?
6.       Você não consegue deixar seu celular desligado?
7.       Sua agenda está excessivamente sobrecarregada diariamente?
8.       Sente dores de cabeça quase todos os dias?
9.       Perde o controle no trânsito com frequência e sem motivo?
10.   A exigência e a perfeição são suas constantes companheiras?
11.   O barulho durante o trabalho deixa-o irritado?
12.   Tem dificuldade para dormir?
13.   Há mais de dois anos que você não tem férias de verdade?
14.   Sua pressão arterial tem se alterado?
15.   Tem sensação de cansaço ao despertar?
16.   Vive irritado cm tudo e com todos?
17.   É difícil priorizar por qual trabalho deve começar?
18.   Fica angustiado em pensar que vai para o trabalho?
19.   Sente-se desconfortável ou com remorso quando não está fazendo nada?
20.   Atropela os horários sentindo-se sempre afobado?
21.   Tem estado inseguro na hora de tomar decisões?
22.   As dores nas costas aumentaram muito?
23.   Aproveita o horário de almoço para resolver assuntos de trabalho?
24.   Tem vontade de explodir com seu chefe (ou com seu subalterno)?
25.   Você sonha frequentemente com questões relativas ao trabalho?

Até 8 pontos: Você está conseguindo enfrentar de modo saudável seu trabalho e há chances de atingir o sucesso profissional.

De 9 a 17 pontos: Seu trabalho não tem sido uma fonte de gratificação. Reveja o que pode ser mudado e planeje melhor suas atividades. Invista em descanso e lazer.

De 18 a 25 pontos: Você tem tido dificuldade de enfrentar situações e colocar limites. Se não mudar seu comportamento, terá a saúde abalada no campo físico e emocional. Procure a ajuda de um médico para diminuir seu nível de stress."


Agora coma uma barra de chocolate. Vai lhe fazer um bem enooooooorme.
                                                  
                                                       Hummmmm delícia kakakakakak!

Bom final de semana. Beijão


2 comentários:

  1. Gostei da recomendação final. Dizem por aí que é muito bom contra o stress.

    ResponderExcluir
  2. Olá!!! Adorei seu blog e já estou seguindo. Também quero te convidar para dar uma passadinha no meu blog!! Se gostar, me segue!!! Beijos, e ótimo domingo!

    http://adoravelnecessaire.blogspot.com
    @pathyamorinha

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.