Xampu com sal versus xampu sem sal (republicado)

Amigos leitores,

O Tudo na nécessaire, fiel ao princípio pessoal de sua autora em informar corretamente, está republicando a matéria sobre "Xampu com sal versus xampu sem sal" com alguns acréscimos pontuais, efetuados pelo farmacêutico José Homero, ao qual agradecemos a parceria.



A indústria de cosméticos é uma das que mais cresceu nos últimos anos, colocando o Brasil na posição do terceiro mercado consumidor, ficando atrás apenas do Japão e Estados Unidos. A Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos - ABIHPEC, espera para este ano um aumento nas vendas em torno de 10%.
Devido à variedade de cosméticos que as empresas lançam no mercado, nascem as dúvidas sobre qual o melhor produto para o nosso uso pessoal, incluindo os xampus. Não é difícil encontrarmos, nas lojas, as promotoras de vendas que fazem uma análise superficial dos nossos cabelos e indicam o xampu adequado, obviamente, das marcas que representam. Será que estamos levando para casa o xampu ideal?
O farmacêutico José Homero de Souza Filho, pesquisador do Núcleo de Desenvolvimento Farmacêutico e Cosméticos da Universidade Federal de Pernambuco – NUDFAC/UFPE, esclarece algumas dúvidas sobre os benefícios do xampu com sal e sem sal.
Tudo na nécessaire: Qual a diferença de um xampu com sal daqueles considerados sem sal?
Homero Souza: Começo destacando que todo o xampu apresenta sal em sua composição, porque o tensoativo utilizado para a realização da limpeza dos cabelos apresenta sais em sua composição. A função do sal do xampu é aumentar a sua viscosidade. A diferença básica entre um e outro é que nos xampus considerados com sal, a fórmula leva na composição o cloreto de sódio, ou seja, o sal de cozinha para aumentar sua viscosidade. Nos xampus ditos sem sal, o cloreto de sódio é substituído por outros agentes espessantes como, por exemplo, o carboximetilcelulose – CMC.
Tudo na nécessaire: Nesse caso, quais os benefícios para os cabelos em usar um xampu com cloreto de sódio e aquele que possui CMC?
Homero Souza: Todos os xampus possuem o lauril éter sulfato de sódio, componente de limpeza, originário dos ácidos graxos do coco ou babaçu, mas que possui a sal em sua composição. O sal apresenta uma alta solubilidade e quando você enxágua os cabelos o sal é dissolvido e removido do cabelo. Portanto, ele não vai desidratar ou ressecar os cabelos porque o tempo de contato com o cabelo é pequeno. Quanto mais o xampu viscoso, maior é a quantidade de cloreto de sódio ou outro espessante na sua fórmula. O consumidor prefere xampu com alta viscosidade, porque pensa que é mais concentrado e vai proporcionar uma maior limpeza. Finalizando, não existe diferença nos danos provocados nos cabelos com o uso de xampu com Sal ou “sem sal”.
Tudo na nécessaire: E qual a função dos condicionadores?
Homero de Souza: Quando lavamos os cabelos com xampu, devido ao seu pH, as escamas dos cabelos são abertas para facilitar a limpeza. O condicionador tem a função de restabelecer o pH (potencial hidrogeniônico ou potencial hdrogênio iônico, é um índice que indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade) e fechar essas escamas. Se você não usar o condicionador os cabelos ficarão quebradiços e com pontas duplas, pois com as escamas abertas os cabelos ficam mais frágeis.
Tudo na nécessaire: Se fizemos uma hidratação capilar, precisamos usar o condicionador?
Homero de Souza: Não. Geralmente os hidratantes capilares apresentam função semelhante aos condicionadores.
Tudo na nécessaire: Qual a função do creme de pentear?
Homero de Souza: O creme de pentear tem na sua composição o silicone, um agente condicionante, que não precisa de enxágue e oferece maleabilidade aos fios. Tem a mesma função do condicionador, no entanto, com a utilização de condicionantes que não necessita de enxágue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.