Sumário ou índice?




Muitos autores e até mesmo algumas editoras confundem “sumário” com “índice”.  Alguns livros são publicados contendo um índice com a função de sumário.

Mas, qual é a diferença?

Sumário

Segundo a NBR-6027, da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, o sumário é a “Enumeração das divisões, seções e outras partes de uma publicação, na mesma ordem e grafia em que a matéria nele se sucede”, quer dizer, obedecerá uma sequência das páginas.

Ou seja, o sumário é o “retrato” do trabalho. Se você também colocou os títulos e subtítulos dos capítulos de sua monografia em negrito, caixa alta ou baixa e atribuiu uma numeração progressiva (1, 2.1, 3.2 etc.) deverá levar a mesma tipologia e ordem para o sumário.

Exemplo:

Sumário


INTRODUÇÃO
1 PRINCÍPIO DA INSIGNIFICÂNCIA NO DIREITO PENAL............................................................................................10
1.1 Conceito jurídico......................................................................11

Localização do sumário:  O sumário deverá constar na página que antecede a “Introdução”.

A palavra “Sumário” deverá ser centralizada na página e escrita na mesma fonte do texto, ou seja, tamanho 12, em negrito, arial ou times new roman.

O texto do sumário será justificado à esquerda da página e deverá conter a numeração das seções que compõem o trabalho.

Índice

Segundo a NBR-6034, da ABNT, o índice é “lista de entradas ordenadas segundo determinado critério, que localiza e remete para as informações contidas num texto.

O que a ABNT chama de “determinado critério” equivale dizer que você pode organizar um índice por assunto, datas, autores, ilustrações, nomes geográficos, abreviaturas, citações entre outros. O índice mais comum é dos assuntos tratados no texto e organizados por ordem alfabética.

Exemplo:

Índice por assuntos

Impunidade................................................................................90
Princípio da Insignificância...........................................................60

O índice de uma publicação deverá ser identificado por tipo, na página.

Exemplo:

·        Índice de assunto
·        Índice onomástico
·        Índice cronológico

Localização do índice:  O índice deverá ser apresentado no final da monografia, do livro, do TCC, dissertação, tese e outros.

Entenderam a diferença? Então, mãos à obra para concluir o trabalho.

E não se esqueçam que aquelas palavras-chave, solicitadas pelas faculdades, para serem incluídas na monografia, dissertação ou tese tem como finalidade a formação de um índice de assuntos. Elas são a chave que abrirá a porta do seu texto, se armazenados em algum banco de dados ou publicados de forma impressa.





4 comentários:

  1. Que bom, agradeço por esta informação, muito me ajudou. Edna

    ResponderExcluir
  2. Parabéns está excelente.

    ResponderExcluir
  3. Já havia lido outras explicações, mas esta foi a melhor.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Muito boa a explicação!! Parabéns à autora!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Comentários e sugestões são bem-vindos.