2 dicas para realizar seus sonhos



Conta uma lenda que (não sei de quem é a autoria e eu não conhecia) certo dia, um viajante caminhava pelas margens de um grande lago e imaginava uma forma de chegar até o outro lado, que era seu destino.

A voz de um homem de cabelos brancos quebrou o silêncio momentâneo, oferecendo-se para transportá-lo. Era um barqueiro. O pequeno barco envelhecido, no qual a travessia seria realizada, era tinha dois remos feitos em madeira de carvalho.

O viajante observou detalhadamente os dois remos e viu em cada um algumas letras. Num deles estava escrito acreditar e no outro, a palavra agir.

Curioso, o viajante perguntou qual o motivo do barqueiro ter escrito aquelas palavras. O barqueiro, então, pegou o remo em que estava escrito acreditar e começou a remar com toda a força. O barco fez voltas e voltas, mas não saiu do lugar.

O barqueiro pegou o remo que estava escrito agir e também remou, remou, mas o barco não saiu de onde já estava.

Finalmente, o barqueiro pegou os dois remos e fez os movimentos ao mesmo tempo e o barco começou a navegar pelo lago, deixando os dois na outra margem.

O barqueiro, no final da viagem respondeu:

- Posso chamar esse barco de autoconfiança. A meta é chegar à outra margem. Mas, para conseguirmos chegar é preciso não apenas acreditar, mas agir.

**

Então, mesmo que tenhamos fé que nossos projetos de vida possam ser alcançados, é necessário dá o pontapé inicial: sonhar com o que é exequível, avaliar todas as possibilidades e riscos, traçar metas, estabelecer tempo e executar. Tudo isso sob o manto da disciplina e responsabilidade.


Uma ótima semana para você. Sucesso!




Bolo de leite condensado









Leite condensado é tudo de bom e mais um pouco. Misturamos qualquer fruta ou outros ingredientes com ele e já temos algo delicioso.

Quando eu li a receita de um bolo rápido numa dessas embalagens da Itambé (não é publieditorial), resolvi testá-la.

É tão simples que fotografar o passo a passo se tornou desnecessário.






Ingredientes:

1 lata de leite condensado
A mesma medida de leite
4 ovos
1 colher (sopa) de fubá
1 colher (sopa) de margarina
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 colher (sobremesa) de fermento em pó
200 ml de leite de coco (1 vidro pequeno)
50 gramas de coco ralado

Mãos à obra:


Coloque todos os ingredientes no liquidificador, menos o coco ralado. Depois da mistura pronta, acrescente o coco. Unte uma forma com margarina e farinha de trigo e asse o bolo em forno pré-aquecido até dourar. Não é fácil? 






Ficou ótimo!






Às vezes os ventos podem ser frios




Lago de Michigan / imagens da internet





























“As ondas do Lago Michigan estavam altas e esparramavam-se no cais no dia em que acompanhei uma família até o farol. Ouvi a menina dizer: “Papai, ande comigo e segure minha mão nessa parte assustadora.”

Às vezes, a vida pode nos assustar também: perda de entes queridos, preocupações financeiras e de saúde, entre outros. Enquanto carregamos estes fardos e ansiedades, desejamos uma mão forte para segurar as nossas e nos manter firmes e seguros.

Quando José assumiu a liderança de Israel, Moisés o lembrou da ajuda divina em tempos árduos. Nos dias difíceis que viriam, José precisaria lembrar-se de Deus e das Suas promessas. Ele disse: “O Senhor é quem vai adiante de ti, ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te atemorizes.”

Deus nos encoraja: [...] Não temas, eu te ajudo. Quando a vida se torna assustadora, Deus está conosco, podemos seguras Suas fortes mãos.

A canção de Lowell Alexander nos lembra da presença de Deus: “Você encontrará montanhas tão altas, desertos distantes e vales profundos. Às vezes a jornada é gentil, às vezes os ventos são frios. Mas, lembre e saiba que você nunca andará só. Jesus estará ao seu lado na jornada. Caminhará ao nosso lado segurando nossas mãos em lugares assustadores.”

(Extraído do livro Nosso andar diário, edição 2011)


Bom início de semana para você.




Decorar com artesanato











Pernambuco tem um artesanato riquíssimo. 

E cada peça que incluo na decoração é como se fosse única, porque os artesões têm seu estilo próprio e, mesmo que produzam em série, ainda imprimem particularidades em cada uma delas. Muitas dessas particularidades são bem perceptíveis e diferenciam o artesão do imitador.


Tudo na necessaire



Quem visita o Centro de Artesanato de Pernambuco, no bairro do Recife, fica encantado com os trabalhos dos artesões que utilizam a madeira, palha, couro, cerâmica, crochê, renda,  barro e outras matérias primas que permitem mesclar a decoração de uma casa, sem necessariamente deixá-la totalmente rústica. 

Separei algumas fotos para compartilhar com você. Contudo, conheça mais o Centro de Artesanato acessando aqui.












Luminárias 





   

Algumas peças bordadas vêm das cidades de Passira e Pesqueira, interior de Pernambuco.







Muitos recifenses aproveitam os domingos e feriados para visitar o Centro de Artesanato de Pernambuco. Nesses dias, há ciclofaixas montadas pela Prefeitura da cidade que ligam diversos bairros ao Centro do Recife. É uma boa opção de lazer para quem ainda está de férias neste mês de julho. Escolha um centro de arte ou cultura de sua região e aproveite para conhecê-lo no período de férias.






  • Horário de funcionamento: 
  • De segunda a sábado - 8h às 18h e aos domingos - 9h às 17h.
          Entrada gratuita.